Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14475
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_SuzanaMedeirosdeSouzaAguiar_tcc.pdf398,77 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Estratégias escolares : possibilidades de ensino para crianças
Autor(es): Aguiar, Suzana Medeiros de Souza
Orientador(es): Sousa, Taísa Resende
Assunto: Educação
Direito à aprendizagem
Crianças
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 2-Set-2016
Referência: AGUIAR, Suzana Medeiros de Souza. Estratégias escolares: possibilidades de ensino para crianças. 2015. vii, 33 f., il. Monografia (Especialização em Educação em e para os Direitos Humanos no Contexto da Diversidade Cultural)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Esta pesquisa surgiu da necessidade de perceber a educação como um direito humano que vai além da permanência na escola e que garante aos estudantes a aprendizagem, principalmente daqueles estudantes que apresentam alguma dificuldade nesse processo. O objetivo geral consiste em analisar as estratégias, utilizadas pela escola, para garantir o direito à aprendizagem das crianças que apresentem alguma dificuldade no processo de ensino-aprendizagem. O contexto da pesquisa foi uma escola classe na cidade de Santa Maria, Distrito Federal, com o intuito de analisar as estratégias utilizadas pela escola para garantir o direito à aprendizagem das crianças em início do processo de alfabetização. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em que foram utilizados como fonte de construção de informações: entrevistas semiestruturadas, análise documental do PPP e oficina devolutiva e de debate. A principal ênfase dada à pesquisa é em relação às intervenções que se possa fazer no ambiente pedagógico estudado. Para analisar o processo de intervenção, estabeleceu-se três categorias temáticas: educação e prática pedagógica; direito à educação e direito à aprendizagem; e atuação escolar e estratégias de ensino-aprendizagem. De tal maneira, esta pesquisa possibilitou a práxis, preconizada por Freire (1996), em que o educador e a própria escola se permitem vivenciar a reflexão crítica sobre a prática. Com isso, foi possível compreender que a instituição educativa pode agir de maneira opressora quando não adéqua suas metodologias às reais necessidades apresentadas pelos educandos. Cabe, portanto, aos profissionais de educação o compromisso de perceber e se ajustar ao que o estudante precisa, colaborando para uma aprendizagem mais efetiva, principalmente em relação àqueles que apresentam alguma dificuldade. Notou-se, com a realização desta pesquisa-ação, que há um entendimento geral de que a educação é um direito humano e precisa se comprometer com o direito de aprendizagem dos estudantes. No entanto, é visível que um dos entraves deste processo é a dificuldade de colocar em prática esse direito. Por fim, em âmbito geral, espera-se que este estudo permita novas reflexões e incite um processo de busca por melhorias no que tange à garantia do direito de aprendizagem, entendido como um direito que vai além da simples permanência na escola, mas sobretudo, que garanta a qualidade do que é aprendido e ensinado, fazendo sentido aos sujeitos envolvidos no processo escolar-educacional. A partir daí, é possível constatar outras possibilidades de estudo e intervenções para auxiliar a instituição a vencer as barreiras que entravam o processo educativo.
Abstract: This research arose from the need to perceive education as a human right that goes beyond staying in school and ensures that students learning, especially those students who have some difficulty in the process. The overall objective is to analyze the strategies used by the school to ensure the right to learn of children who have some difficulty in the teaching-learning process. The context of the research was an elementary school in Santa Maria, Distrito Federal, in order to analyze the strategies used by the school to ensure the right to children's learning in early literacy process. It is a qualitative research in which they were used as a source of building information: semi-structured interviews, document analysis of the PPP, return workshop and debate. The main emphasis is given to research regarding interventions that can be done in the studied educational environment. To analyze the process of intervention, set up three thematic categories: education and teaching practice; right to education and right to learn; and school performance and teaching-learning strategies. So, this research allowed the praxis, recommended by Freire (1996), where the teacher and the school itself allow themselves to experience the critical reflection on practice. Thus, it was possible to understand that the educational institution can act in a manner oppressive if not their methodology adapts it to the real needs presented by students. It is therefore to education professionals committed to perceive and adjust to what the student needs, contributing to a more effective learning, especially in relation to those who have some difficulty. It was noted, with this research-action, there is a general understanding that education is a human right and need to commit to the right of student learning. However, it appears that one of the obstacles of this process is the difficulty of putting it into practice. Finally, at the general level, it is expected that this study will allow new ideas and incite a search process by improvements in terms of ensuring the right to learning, understood as a right that goes beyond simply staying in school, but above all, guaranteeing the quality of what is learned and taught, making sense to those involved in the school and educational process. From there, you can find other educational opportunities and interventions to assist the institution to overcome the barriers hindering the educational process.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Coordenação dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu, Curso de Especialização em Educação em e para os Direitos Humanos, no contexto da Diversidade Cultural, 2015.
Aparece na Coleção:Educação em e para os Direitos Humanos, no contexto da Diversidade Cultural



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons