Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14376
Título: Administração estratégica no setor público : monitoramento e avaliação de ações da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde
Autor(es): Oliveira, Lucimar Martins
Orientador(es): Santos Júnior, Carlos Denner dos
Assunto: Administração pública
Planejamento estratégico
Ministério da Saúde
Data de apresentação: 2016
Referência: OLIVEIRA, Lucimar Martins. Administração estratégica no setor público: monitoramento e avaliação de ações da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde. 2016. 38 f. Monografia (Especialização em Gestão Pública na Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O estudo apresentado, dispõe sobre uma breve descrição do mecanismo de monitoramento e avaliação utilizado pela Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa - SGEP do Ministério da Saúde - MS. Apresenta os principais conceitos de padronização, monitoramento e avaliação utilizados na administração pública direta e suas correlações com as atividades traçadas dentro do Planejamento Estratégico do MS. Por meio de uma metodologia qualitativa centrada na pesquisa de dados secundários disponibilizados pelo MS e pesquisa bibliográfica, este estudo também aponta gargalos inerentes aos problemas identificados no acompanhamento do plano de ação da SGEP, mediante análise de resultados a partir da gestão do planejamento, monitoramento do plano de ação, do sistema e da sistemática de monitoramento. A análise evidenciou avanços no que se refere à institucionalização do Sistema de Monitoramento e Avaliação (SMA) da SGEP/MS. Contudo, os avanços percebidos, referem-se, sobretudo, ao início de uma cultura voltada ao monitoramento e a avaliação. Em que pese tais avanços, destaca-se entraves como a pouca confiabilidade das informações disponibilizadas no e-Car; fragmentação dos processos; ausência de pessoal capacitado; baixa execução dos planos de contingências e fragilidades nas categorias de planejamento. Com referência ao apoio técnico, do DEMAS sinaliza-se sobre os desafios a serem superados como: o apoio técnico e gerencial ao monitoramento, mais eficiente, junto às áreas finalísticas; atuação mais forte na problematização das situações de acordo com os pareceres da área, apoiando a acurácia das informações prestadas; suporte técnico do e-CAR mais resolutivo quanto às inconsistências identificadas.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Administração, 2016.
Aparece na Coleção:Gestão Pública em Saúde

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_LucimarMartinsOliveira_tcc.pdf1.26 MBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons