Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14375
Título: O processo de adoção do sistema de informação Sipar-Diligência no Ministério da Saúde
Autor(es): Moura, Juliana Xavier de
Orientador(es): Souza, Fábio Jacinto Barreto de
Assunto: Sistemas de informação
Gerenciamento de recursos de informação
Data de apresentação: 2016
Referência: MOURA, Juliana Xavier de. O processo de adoção do sistema de informação Sipar-Diligência no Ministério da Saúde. 2016. 35 f. Monografia (Especialização em Gestão Pública na Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: As inovações em tecnologia e os sistemas de informação favorecem a modernização da organização e fortalecem o desempenho organizacional. As organizações públicas, atualmente, devido demandas dos órgãos de controle, população e demais setores com quem se relacionam precisam de sistemas de informações confiáveis que possam auxiliar as atividades de controle, com vistas a dar mais transparência à gestão e melhorar aplicação dos recursos públicos. Assim, pelo presente estudo descreveu-se como se deu a adoção do sistema de informação Sipar-Diligência, identificou-se as melhorias proporcionadas pelo sistema, e verificou-se a potencial replicação da ferramenta a outras unidades do MS. A fim de atingir esses objetivos, realizou-se uma pesquisa descritiva e qualitativa. Coletou-se dados por meio de pesquisa documental e entrevistas sobre o Sistema, para explicar, a partir da Teoria de Difusão de Inovação de Everett Rogers (1983), o caminho da adoção da tecnologia e da inovação do sistema Sipar-Diligência. Com base no resultado da pesquisa evidenciou-se o processo de adoção do Sipar-Diligência pela capacidade de gestão de uma unidade do MS que auxiliou o desenvolvimento e implementação do Sistema. Observou-se, também, as melhorias proporcionadas pelo sistema, uma vez que o Sipar-Diligência possibilitou o controle de prazos das diligências, e assim o cumprimento mais ágil delas, diminuindo a possibilidade dos gestores sofrerem sanções, bem como pelo fato do Órgão poder utilizar as informações contidas nesse sistema em caráter gerencial, dando suporte, de forma precisa, aos órgãos de controle, incumbidos na prevenção e correção das irregularidades noticiadas pelas diligências, ou até mesmo pela possibilidade do MS realizar levantamentos, por meio de pesquisas ao sistema, capazes de promover ações proativas a fim de inibir situações de uso incorreto dos recursos destinados à saúde, e assim beneficiando a população. E por fim, verificou-se que o Sipar-Diligência pode ser replicado as áreas/unidades/departamentos do MS, bem como a ideia do Sistema Sipar-Diligência ser transmitida a outros Órgãos da Administração Pública, a fim de contribuir para o acompanhamento das suas diligências.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Administração, 2016.
Aparece na Coleção:Gestão Pública em Saúde

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_JulianaXavierdeMoura_tcc.pdf309.98 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons