Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14197
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_KellyAlvesdosSantos.pdf2 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Percepções socioambientais : um estudo da topofilia na comunidade Queima Lençol – Fercal/DF
Autor(es): Santos, Kelly Alves dos
Orientador(es): Tamaio, Irineu
Assunto: Conservação da natureza
Topofilia
Educação ambiental
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 18-Ago-2016
Referência: SANTOS, Kelly Alves dos. Percepções socioambientais: um estudo da topofilia na comunidade Queima Lençol – Fercal/DF. 2016. 87 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2016.
Resumo: Esta pesquisa desenvolve uma análise da percepção socioambiental dos moradores e “não moradores” da comunidade Queima Lençol, localizada na Fercal – 31ª Região Administrativa (RA) do Distrito Federal, visa interpretar e analisar sob o olhar conceitual da topofilia sua compreensão da paisagem. A comunidade investigada é uma área de grande potencial biológico e se situa próxima a duas fábricas produtoras de cimento. Dentre as consequências das indústrias cimenteiras podem-se destacar o desmatamento, a poluição, a injustiça ambiental, a ameaça à biodiversidade, à saúde humana entre outras. A pesquisa tem uma análise qualitativa e foi utilizada a topofilia para as interpretações de entrevistas estruturadas aplicadas a moradores e “não moradores” da paisagem da região da comunidade de Queima Lençol. Compreendendo a topofilia como o amor do indivíduo pelo lugar e ancorada em compreensões de autores como Tuan (1983), Machado (1996) e Neto (2000), o estudo buscou identificar nas narrativas obtidas aspectos que demonstrem a importância do sentimento pela paisagem para a conservação ambiental. Os resultados obtidos mostraram o quanto a comunidade Queima Lençol é importante para os moradores, o quanto amam, se preocupam e se sentem parte dela. Já os relatos dos atores externos denunciaram a ausência de percepção socioambiental sobre a paisagem de Queima Lençol por parte do governo e gestores da indústria, também apontaram para a necessidade de atores sociais, com maior sensibilidade para identificar as peculiaridades que transformam a paisagem em um lugar, centro de significados. São muitas as formas em apoio ao estímulo destas percepções socioambientais, mas certamente as maiores delas se dão através de práticas sociais da Gestão Ambiental e da Educação Ambiental.
Abstract: This research develops an analysis of the environmental perception of residents and "non residents" of Queima Lençol community located in Fercal - 31th Administrative Region (RA) of the Distrito Federal, aims to interpret and analyze under the conceptual look topophilia their understanding of the landscape. The community investigated is a biological area of great potential and is located next to two factories producing cement. Among the consequences of the cement industry can be highlighted deforestation, pollution, environmental injustice, the threat to biodiversity, human health and others. The research has a qualitative analysis and was used topophilia for structured interviews interpretations applied to residents and "non-residents" Landscape the community Queima Lençol region. Understanding topophilia as the love of the individual by place and anchored in comprehensions of authors such as Tuan (1983), Machado (1996) and Neto (2000), the study sought to identify the narratives obtained aspects that demonstrate the importance of feeling for the landscape to environmental Conservation. The results showed how the community Queima Lençol is important to the residents, how much love, care and feel part of it. As for the reports of external actors denounced the lack of environmental perception on the Queima Lençol landscape from the government and industry managers also pointed to the need for social actors, with greater sensitivity to identify the peculiarities that turn the landscape into a place , center of meanings. There are many ways to support the stimulation of these environmental perceptions, but certainly the largest of them are given through social practices of Environmental Management and Environmental Education.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, 2016.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons