Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14164
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_MariaTerezaLeiteMontalvao_tcc.pdf2,97 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Modelagem dos serviços hidroambientais resultantes de práticas conservacionistas na Bacia do Córrego Taquara - DF
Autor(es): Montalvão, Maria Tereza Leite
Orientador(es): Chaves, Henrique Marinho Leite
Assunto: Conservação da natureza
Bacias hidrográficas
Geoprocessamento
Data de apresentação: Jun-2016
Data de publicação: 17-Ago-2016
Referência: MONTALVÃO, Maria Tereza Leite. Modelagem dos serviços hidroambientais resultantes de práticas conservacionistas na Bacia do Córrego Taquara - DF. 2016. vii, 58 f., il. Monografia (Bacharelado em Engenharia Florestal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O conjunto das interações entre os seres vivos e não vivos, ambientes físicos e biológicos, geram benefícios diretos ou indiretos obtidos pelo ser humano, chamados de serviços ambientais. Nos recursos hídricos, o grau de conservação do solo e da vegetação influencia diretamente na provisão destes serviços, impactando no controle de inundações, erosão e recarga de aquíferos, além da provisão de água para o abastecimento humano e animal. Nesse contexto a identificação espacial destes serviços é uma importante ferramenta para minimizar impactos negativos da pressão antrópica sobre as áreas naturais e oferecer opções estratégicas associadas à boas práticas de manejo, visando subsidiar a tomada de decisão e ações de programas de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) como é o caso do Programa Produtor de Água - DF(ANA). O objetivo deste estudo é estimar os serviços ecossistêmicos de provisão hídrica e de regulação do solo, resultantes da implantação de projetos conservacionistas em propriedades da bacia do Córrego Taquara. A bacia estudada possui 3566 hectares e está localizada à nordeste do Distrito Federal, na Bacia do Ribeirão Pipiripau. Para efetuar o mapeamento e a quantificação dos serviços de provisão de água, sua qualidade e a sedimentação (erosão na bacia e aporte de sedimento), foram utilizados 3 modelos disponíveis no pacote InVEST – Integrated Valuation of Ecosystem Services and Trade-offs – Water Yield, Seasonal Water Yield e Sediment Delivery Ratio, que tem como variável principal o mapa de classes de uso e ocupação do solo, gerado em formato matricial (raster), e as tabelas biofísicas de dados que relacionam a quantidade de água, pluviosidade, evapotranspiração, fatores de manejo do solo, dentre outros. Todos os dados geográficos foram produzidos e editados utilizando o software ArcGIS v. 10.2. Para a avaliação dos impactos do uso do solo nos serviços hidroambientais, as análises foram realizadas em dois cenários sendo (A) o uso atual sem ações conservacionistas e (B) cenário após as boas práticas do Programa Produtor de Água. Para o modelo de provisão de água anual foi realizada uma calibração utilizando-se dados coletados em campo. O valor estimado de água para o cenário (A) foi de 0,366 m³/s enquanto que para o cenário (B) foi de 0,347 m³/s. Este modelo não apresenta um fator de retenção e a diminuição da vazão no cenário B é explicada devido ao processo de evapotranspiração causada pelo aumento da cobertura vegetal. Para o modelo de provisão de água mensal, observou-se uma média de escoamento superficial de 1.406.315 m³ para o cenário A e de 824.319 m³ para o cenário B, uma redução de aproximadamente 60% e um aumento no escoamento de base, significativo em uma bacia onde há escassez no período de estiagem. Para o modelo de aporte de sedimento verificou – se que a perda de solo para o cenário (A) foi de 8.613 t ano-1 o que representa 2,42 t há-1 ano-1 enquanto que para o cenário (B) a perda estimada de solo foi de 3.198,29 t ano-1 (0,89 t há-1 ano-1) o que representa uma redução de 64% após a implementação das práticas conservacionistas na bacia.
Abstract: The interactions between living and non-living, physical and biological environments create benefits, which are called ecosystem services and humans can use directly or indirectly. The status of soil and vegetation conservation have a great influence on the provision of these services, impacting on flood control, erosion, and groundwater recharge, as well as water supply for human and animals. In this context, the spatial identification of these services is an important tool to minimize negative impacts of anthropic pressure on natural areas, also to offer strategic options associated with good management practices, in order to support decision making processes and actions for Payment for Ecosystem Services (PES) such as the “Water Production Program - DF” (ANA). The objective of this study is to estimate ecosystem services of water supply and soil regulation, resulting from the implementation of conservation projects in the basin Córrego Taquara - DF. The studied area has 3566 hectares and is located in the northeast of the Federal District, in Ribeirão Pipiripau Basin. To map and to quantify water supply services and sediment delivery ratio, were used 3 models available in InVEST package - Integrated Valuation of Ecosystem Services and Trade-offs: Water Yield model, Seasonal Water Yield model and Sediment Delivery Ratio model. The main variable used was the map of land use classes and occupation, generated in matrix format (raster), and biophysical data from tables that relate the amount of water, rainfall, and evapotranspiration and management factors of soil. All geographic data were produced and edited using ArcGIS software v. 10.2. For the evaluation of the impacts of land use in hydro-environmental services, analyses were performed in two scenarios being (A) the current use without conservation actions and (B) after setting the best practices of Water Production Program. For the annual water supply model, a calibration method has been performed using real data. The estimated value of water to the scenario (A) was 0,366 m³ / s while for the scenario (B) was 0.347 m³ / s. This model does not have a retention factor and the decrease flow in scenario B is explained due to the evaporation process caused by increased vegetation area. For the monthly water supply model, there was an average runoff of 1.406.315 m³ for scenario A and 824 319 m³ for scenario B, a reduction of approximately 60% and a increase in base flow, significant in a basin where there is a scarcity in the dry season. To the sediment delivery ratio, the model verified that the loss of soil to the scenario (A) was 8.613 t yr-1 (2.42 t ha-1 y-1) and for the scenario (B) the estimated soil loss was 3.198 t yr-1 (0.89 t ha-1 yr-1) which represents a reduction of 64% after the implementation of conservation practices in the basin.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2016.
Aparece na Coleção:Engenharia Florestal



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons