Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14142
Título: O problema do objetivismo da ciência moderna e a fenomenologia do mundo da vida na perspectiva Husserliana
Autor(es): Silva, Vander Soares da
Orientador(es): Fernandes, Marcos Aurélio
Assunto: Fenomenologia
Filosofia
Teleologia
Data de apresentação: 2015
Referência: SILVA, Vander Soares da. O problema do objetivismo da ciência moderna e a fenomenologia do mundo da vida na perspectiva Husserliana. 2015. 62 f. Monografia (Licenciatura em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Ao perguntarmos sobre o objetivismo das ciências modernas como elemento desencadeador e como origem da crise da humanidade europeia, também estamos nos referindo a uma crise filosófica que Edmund Husserl passa anos de sua vida tentando dar uma resposta. Primeiramente surge o embrião de uma filosofia radical quando resolve, seguindo os passos trilhados por Descartes, instituir uma atitude filosófica que tenha como suporte para a verdade universal o que Husserl chama evidências apodíticas. Posteriormente avança criticamente contra objetivismo naturalista estabelecendo uma teoria do conhecimento baseada na consciência transcendental capaz de efetuar sua epoché fenomenológica como caminho seguro para o subjetivismo transcendental. Este último finalmente, será uma resposta à crise, na medida em que poderá restaurar o espirito europeu e da humanidade ao mesmo tempo que redireciona o pensamento filosófico da modernidade europeia à ideia-fim de uma filosofia teleológica do mundo da vida.
Abstract: When we ask about the objectivism of modern science as a trigger element and origin of the crisis of European humanity, we are also referring to a philosophical crisis which Edmund Husserl spend years of your life trying to give an answer. First the embryo of a radical philosophy emerges when solved by following the steps trodden by Descartes, to establish a philosophical attitude that has as support for the universal truth what Husserl called apodictic evidence. Later critically advances against naturalistic objectivism establishing a theory of knowledge based on transcendental consciousness able to make its phenomenological epoché as a sure path to transcendental subjectivism. The latter will ultimately be a response to the crisis, in that it can restore the European spirit and humanity while redirects philosophical thought to the idea of European modernity-end of a teleological philosophy of life world.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Filosofia, 2015.
Aparece na Coleção:Filosofia - Graduação

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_VanderSoaresDaSilva.pdf635.84 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons