Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/14003
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_FernandaBorgesDuarte.pdf392,5 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Anidrase carbônica na reprodução
Autor(es): Duarte, Fernanda Borges
Orientador(es): Pivato, Ivo
Assunto: Enzimas
Reprodução animal
Data de apresentação: Dez-2015
Data de publicação: 8-Ago-2016
Referência: DUARTE, Fernanda Borges. Anidrase carbônica na reprodução. 2015. v, 17 f. Monografia (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A anidrase carbônica é uma Zn-metaloenzima que auxilia na hidratação do dióxido de carbono formando como produto final íons H+ e bicarbonato. Existem 16 tipos diferentes dessa enzima, sendo 13 delas ativas e três delas inativas. Estas enzimas estão difusamente distribuídas no organismo de mamíferos, mas também se encontram em outros animais, plantas e até procariotos. Na reprodução essas enzimas desempenham um papel importantíssimo controlando o pH uterino, bem como dos cornos uterinos, garantindo um ambiente adequado para a fecundação e implantação do embrião no endométrio, está presente na placenta e anexos embrionários garantindo uma troca de íons eficiente entre mãe e feto, além de garantir uma melhor difusão das trocas gasosas. Em machos essa enzima garante um pH alcalino no líquido seminal, importante para a viabilidade do sêmen e para a sua capacitação no trato reprodutivo da fêmea e, consequentemente, sua capacidade fecundante.
Abstract: Carbonic anhydrase is a zinc-metalloenzyme that assists in the hydration of carbon dioxide producing H+ ions and bicarbonate. There are 16 different types of this enzyme, 13 of them being active and three of them inactive. These enzymes are diffusely distributed on mammalian’s organism, but it is also found in other animals, plants and even prokaryotes. In reproduction these enzymes play an important role controlling uterine pH as well as the uterine horns pH, ensuring a suitable environment for fertilization and implantation of the embryo in the endometrium, it is also present in placenta and embryonic annexes ensuring an efficient exchange of ions between mother and foetus, besides of ensuring a better dissemination of gas exchange between them. In males this enzyme ensures an alkaline pH in the seminal fluid which is important to the viability of the semen and for their capacitation in the reproductive tract of the female, thus, their fertilizing capacity.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2015.
Aparece na Coleção:Medicina Veterinária



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons