Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/13787
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_JulianadaSilvaPaiva.pdf365,77 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação dos papéis ocupacionais e qualidade de vida de paciente com pé diabético
Autor(es): Paiva, Juliana da Silva
Orientador(es): Fangel, Leticia Meda Vendrusculo
Assunto: Diabetes
Qualidade de vida
Diabéticos
Terapia ocupacional
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 22-Jul-2016
Referência: PAIVA, Juliana da Silva. Avaliação dos papéis ocupacionais e qualidade de vida de paciente com pé diabético. 2015. 36 f., il. Monografia (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Introdução: Diabetes Mellitus é uma doença metabólica que vem se expandindo mundialmente. A população tem adotado hábitos não saudáveis, tais como sedentarismo e dietas inadequadas. Esses são fatores que estão aumentando a incidência de pessoas com diabetes no mundo. A diabetes pode provocar o desenvolvimento de pé diabético, que apresentam úlceras que podem levar a deformidades desses membros e até mesmo a amputação, em casos mais graves. Os papéis ocupacionais são funções que o indivíduo desempenha no dia-a-dia, auxiliando na construção de identidade e relações sociais. Já a qualidade de vida indica as condições em que o sujeito vive, em diversas áreas, como bem-estar físico, mental, social, emocional, educacional, psicológico, entre outros. Objetivo: Verificar se ocorrem alterações nos papéis ocupacionais e na qualidade de vida de paciente com pé diabético. Metodologia: Estudo de caráter descritivo, quantitativo e transversal, utilizando a Lista de Identificação de Papéis Ocupacionais, traduzida e validada para o português e o instrumento SF-36 para avaliar a qualidade de vida. Pesquisa aprovada pelo comitê de ética da Faculdade de Ciências da Saúde sob o parecer 845.115 de 21/10/2014. Resultados e Discussão: Participaram do estudo 6 pacientes com média de idade 59 anos (±13,8). De acordo com os dados os indivíduos apresentam mais papéis ocupacionais no presente do que no passado e futuro. Os papéis no tempo futuro são os menos destacados. No passado, os que mais se destacam são os papéis de estudante, cuidador, amigo e membro da família. No presente, se destacam estudante, cuidador, amigo e membro da família, e, no futuro os papéis de amigo e membro da família são os de maiores porcentagens. Na avaliação de qualidade de vida, os domínios vitalidade, aspectos emocionais, aspectos sociais e saúde mental apresentaram maiores escores, já os domínios aspecto físico e estado geral de saúde apresentaram os menores. Conclusão: O pé diabético não provoca alterações nos papéis ocupacionais e na qualidade de vida do individuo.
Abstract: Introduction: Diabetes Mellitus is a metabolic disease which comes growing up worldwide. The population has adopted habits unhealthy, as sedentary lifestyle and inadequate diets. These factors are increasing the incidence of people with diabetes on the world. Diabetes can cause the development of diabetic foot, which present ulcers that can lead to deformities of these members and even amputation, in more severe cases. The occupational rolling are functions that person performs on a daily, helping to build identity and social relations. As of the quality of life indicates of the conditions under which the person lives, in various fields such as physical welfare, mental, social, emotional, educational, physichological, among others. Objective: To investigate if there are changes in occupational roles and in quality of life of patients with diabetic foot. Methodology: Descriptive study, quantitative and transversal, using the Identification List of Occupational Roles, translated and validated for the Portuguese and the SF-36 instrument to assessing the quality of life. Research approved by the Ethics Committee of the Faculty of Health Sciences, in the opinion 845,115 of 10/21/2014. Results and Discussion: The study included 6 patients with a mean age 59 years (± 13.8). According to the data subjects have more occupational roles in the present than in the past and future. The roles in the future tense are the least prominent. In the past, stand out are the student papers, carer, friend and family member. At present, stand student, carer, friend and family member, and in the future the roles of friend and family member are the biggest percentages. In evaluating quality of life domains vitality, emotional aspects, social aspects and mental health had higher scores, since the physical aspect domain and general health had the lowest.Conclusion: Diabetic foot does not cause changes in occupational roles and the quality of life of the individual.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2015.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons