Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/13576
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_LohaneSoaresPeixoto.pdf590,98 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Alegria no contexto escolar : recortes de um fazer pedagógico que produz autonomia
Autor(es): Peixoto, Lohane Soares
Orientador(es): Rodrigues, Fátima Lucília Vidal
Assunto: Autonomia - educação
Educação de crianças
Práticas pedagógicas
Data de apresentação: 2014
Data de publicação: 8-Jul-2016
Referência: PEIXOTO, Lohane Soares. Alegria no contexto escolar: recortes de um fazer pedagógico que produz autonomia. 2014. 71 f. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: This work is the result of a year of pedagogical practices, observations, registers and reflections on established relationship at a public school from Distrito Federal in Brasilia, Brazil. The aim was to investigate how the “Autonomy Project” can contribute to a “Happiness Space” at school. This work was developed based on theory foundation from Freire (1966), Spinoza (2002) and Pacheco (2012), it was to give orientation on both conceptualisation and debate about the research data. The methodology development was made from a qualitative approach, using a participative observation, keeping a field diary and a semi-structured recorded interviews. Pedagogical experience allowed the comprehension on how the “Autonomy Project” contributed to the implementation of a “Happiness Space” and then providing the constitution of independent persons.
Abstract: O presente trabalho de conclusão de curso foi fruto de um ano de prática pedagógica, observações, registros e reflexões das relações estabelecidas em uma escola pública do Distrito Federal. O objetivo foi investigar como o Projeto Autonomia pode contribuir na construção de espaços de Alegria na escola. Para o desenvolvimento desse trabalho foi utilizada uma fundamentação teórica com base nos conceitos de Freire (1996), Spinoza (2002) e Pacheco (2012), que serviram como norte para a conceituação e discussão dos dados da pesquisa. O desenvolvimento metodológico foi realizado a partir de uma abordagem qualitativa, com a utilização de observação participante, construção de diário de campo e entrevistas semiestruturadas. Toda a experiência pedagógica possibilitou compreender como o Projeto Autonomia contribuiu para a construção de espaços de Alegria e como isso propiciou a constituição de sujeitos autônomos.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2014.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons