Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/13473
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_RafaelldeSousaPereira.pdf184,6 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Comitê de auditoria : características e valor de mercado das instituições financeiras listadas na BM&FBOVESPA
Autor(es): Pereira, Rafaell de Sousa
Orientador(es): Dantas, José Alves
Assunto: Governança corporativa
Comitê de auditoria
Instituições financeiras
BM&FBOVESPA
Data de apresentação: 2013
Data de publicação: 29-Jun-2016
Referência: PEREIRA, Rafaell de Sousa. Comitê de auditoria: características e valor de mercado das instituições financeiras listadas na BM&FBOVESPA. 2013. 32 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Ciências Contábeis)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: Considerando a discussão a respeito da importância da governança corporativa para o resultado das empresas e sua utilidade para o usuário da informação, o Comitê de Auditoria tem sido entendido como relevante no processo de gestão de riscos corporativos. O Comitê de Auditoria tornou-se um instrumento relevante no assessoramento à alta administração das instituições, servindo como instrumento de comunicação entre a auditoria independente, o Conselho de Administração e os acionistas. Nesse contexto, o propósito do presente estudo foi identificar como os Comitês de Auditoria vêm sendo compostos no cenário das instituições financeiras listadas na BM&FBovespa nos últimos anos e se sua existência agrega valor à entidade. Para alcançar esse objetivo, o estudo se concentrou especificamente nos anos de 2010 a 2012. A amostra foi dividida entre as instituições financeiras que possuem Comitê de Auditoria e as que não possuem, utilizando-se de análise das estatísticas descritivas para avaliar as características de composição mais importantes presentes nos Comitês de Auditoria. Quanto à composição, observou-se que os bancos apresentaram em média três integrantes. A média de idades dos integrantes foi de mais de 57 anos. A média de tempo de mandato dos integrantes foi de dois anos. A principal profissão dos membros dos Comitês de Auditoria é a de economista (33,77%). Quanto à formação dos integrantes as especializações foram as qualificações mais frequentes. Quanto à independência dos membros do Comitê de Auditoria verificou-se que mais de 50% dos integrantes são totalmente independentes No que se refere à experiência, cerca de 30% dos integrantes dos Comitês apresentaram experiências no mercado financeiro e 20% em auditoria. A partir da relação dos valores de mercado e patrimonial das instituições financeiras foi avaliado, por meio de testes estatísticos, em qual grupo existe um maior nível de reconhecimento do mercado. Concluiu-se que, embora as instituições com Comitê de Auditoria apresentem, em média, relação entre valor de mercado e valor patrimonial superior a das entidades sem Comitê de Auditoria, essa diferença não é estatisticamente relevantes.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais, Curso de Ciências Contábeis, 2013.
Aparece na Coleção:Ciências Contábeis



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons