Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1347
Título: A influência das IFES na decisão do orçamento no Congresso Nacional : o caso da Universidade de Brasília (UnB) de 2000 à 2009
Autor(es): Araújo Filho, Júlio José de
Orientador(es): Balestro, Moisés Villamil
Assunto: Universidade de Brasília (UnB)
Universidades e faculdades - finanças
Brasil. Congresso Nacional
Data de apresentação: 2010
Data de publicação: 8-Dez-2010
Referência: ARAÚJO FILHO, Júlio José de. A influência das IFES na decisão do orçamento no Congresso Nacional: o caso da Universidade de Brasília (UnB) de 2000 à 2009. 2010. 34 f. Monografia (Especialização em Gestão Universitária)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: Este estudo tem como objetivo demonstrar como se dá a relação da Universidade de Brasília (UnB) com o Congresso Nacional (CN), no âmbito das suas comissões de mérito, principalmente na Educação e Cultura, Ciência e Tecnologia e na Comissão Mista de Orçamento e Planos do Congresso Nacional. Vai ser estudada a atuação da UnB junto ao CN com vistas a compreender o mecanismo de elaboração, discussão e votação do orçamento, como a UnB define suas prioridades e as encaminham ao CN, desde a inclusão e posterior liberação das emendas parlamentares. Essa participação tem demonstrado maior eficiência e um aperfeiçoamento na colaboração entre a UnB e os congressistas, principalmente a Bancada do DF, de forma a influenciar a mesma, na decisão, no uso e distribuição dos recursos orçamentários, para solucionar problemas da Educação Superior e avançar na expansão do Ensino Superior Público, para a população do DF e da RIDE, dentro de um processo de socialização no contexto democrático. Nesse sentido, é importante compreender o contexto social e a história da UnB, suas propostas, e também, o seu projeto de expansão. Ao analisarmos a série histórica de 2000 à 2009, das emendas parlamentares, que se transformaram em recursos financeiros para UnB e compararmos os resultados dessa atuação, com as emendas da ANDIFES que também atua no CN representando o conjunto das IFES, ou com o grupo de universidades cujos Estados possuam bancadas similares, ou seja, com bancadas próximas à do DF, ou mesmo grupos de IFES cujas bancadas são maiores, constatamos que a UnB é uma instituição que se destaca nesse processo. Nesse período, de 2000 à 2009, com a crescente massificação do ensino superior, exigência da sociedade - Campi grandiosos e manutenção cara, interiorização dos cursos - e ao mesmo tempo a diminuição de recursos financeiros, materiais e humanos, fizeram com que a competição entre as IFES por recursos, criassem a necessidade de fomentar a influência positiva no Congresso Nacional, sem atuar como um fator degenerativo entre as instituições e o governo democrático, para que UnB possa atender a comunidade do DF e região.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2010.
Aparece na Coleção:Gestão Universitária

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_JulioJosedeAraujoFilho.pdf218.3 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.