Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/13395
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_CarolineMariaBarbosa.pdf980,69 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Ensaio de competição de sementes entre três cultivares de manjericão
Autor(es): Barbosa, Caroline Maria
Orientador(es): Vilela, Michelle Souza
Assunto: Plantas aromáticas
Manjericão - cultivo
Sementes - germinação
Data de apresentação: Dez-2015
Data de publicação: 22-Jun-2016
Referência: BARBOSA, Caroline Maria. Ensaio de competição de sementes entre três cultivares de manjericão. 2015. v, 28 f., il. Monografia (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A utilização de plantas aromáticas, condimentares e medicinais vem ganhando quantidade e importância, conseguindo um lugar definitivo no mercado mundial. O manjericão (Ocimum basilicum L.), que se consolida como uma cultura de grande importância na utilização para fins alimentícios e medicinais, necessita de estudos para o aprimoramento de características intrínsecas da planta que fazem com que o manjericão possua tamanha importância. Observando a carência de trabalhos voltados para o melhoramento genético do manjericão, o presente trabalho tem como principal objetivo avaliar o desempenho de três diferentes cultivares de Ocimum basilicum L. oriundas de empresas também diferentes, cultivadas em casa de vegetação, a partir da produção de mudas. Para tanto, foram utilizados três diferentes cultivares de manjericão: Alfavaca Basilicão, Alfavaca Genovese e Alfavaca Verde, que receberam substrato de mesma origem, manejo de irrigação semelhante, com bandejas de 72 células, sendo utilizadas duas sementes por célula, com 3 repetições e 24 plantas por parcela. O experimento foi implantado em casa de vegetação, localizada na Estação Biológica da Universidade de Brasília. Durante o desenvolvimento das mudas, a germinação das sementes foi avaliada e, aos 34 dias após a emergência, foram avaliadas dez plantas de cada repetição, medindo a altura de planta, o comprimento de raiz, massa fresca total e massa seca total. Após análises estatísticas, foi possível observar que as cultivares diferiram entre si para as variáveis resposta altura da planta, massa seca total e porcentagem de germinação. Foi constatado que as cultivares Alfavaca Verde e Alfavaca Basilicão apresentaram melhores características de desenvolvimento de mudas.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2015.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons