Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1305
Título: Associação entre infecção por papilomavírus humano e câncer de colo uterino
Autor(es): Rosas, Wanessa Pimenta
Orientador(es): Prado, Carolina Conceição
Assunto: Papilomavírus humano
HPV (Vírus)
Colo uterino - câncer
Doenças sexualmente transmissíveis
Data de apresentação: 2010
Data de publicação: 2-Dez-2010
Referência: ROSAS, Wanessa Pimenta. Associação entre infecção por papilomavírus humano e câncer de colo uterino. 2010. 31 f. Monografia (Especialização em Educação e Promoção da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: O Ministério da Saúde afirma que a associação entre papilomavírus humano (HPV) e câncer de colo uterino é aproximadamente 10 a 20 vezes maior do que tabagismo e câncer de pulmão e que surgem anualmente em todo o mundo aproximadamente 500 mil casos novos de câncer cervical, levando ao óbito 230 mil mulheres, aproximadamente. O Instituto Nacional do Câncer estima para o ano de 2010, o surgimento de 18.430 novos casos de câncer cervical no Brasil. Com o objetivo de conhecer melhor a relação entre o papilomavírus humano (HPV) e o desenvolvimento do câncer cervical, desenvolveu-se esta revisão bibliográfica. Para elaboração deste estudo foram pesquisados no portal Scielo Brasil, artigos científicos publicados entre os anos de 1999 e 2009. Desta pesquisa, foram selecionados doze artigos que tratavam da relação entre HPV e carcinoma cervical. Vários autores demonstraram em seus estudos a prevalência de certos tipos de HPV, em especial o HPV-16 e o HPV-18 na etiopatogênese do câncer cervical, sendo que os genótipos de HPV de alto risco foram identificados em 52,4 a 100% dos casos de lesões neoplásicas e pré neoplásicas. A Organização Mundial de Saúde já reconhece este vírus como agente etiológico responsável pela oncogênese cervical. Embora, mesmo sendo uma patologia passível de prevenção e cura, o câncer cervical continua sendo causa de mortalidade em milhares de mulheres, especialmente nos países subdesenvolvidos. Assim sendo, o diagnóstico precoce, o conhecimento dos fatores de risco e o desenvolvimento de ações de promoção e educação em saúde são passos importantíssimos para interrupção da cadeia de transmissão do HPV e, conseqüentemente, na prevenção do câncer cervical e na redução dos índices de mortalidade por esta patologia em nosso país. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Health Ministry said that the association between human papillomavirus (HPV) and cervical cancer is about 10 to 20 times greater than smoking and lung cancer and that there are annually around the world about 500 new cases of cervical cancer leading to death 230 thousand women, about. The National Cancer Institute estimates for the year 2010, the emergence of 18. 430 new cases of cervical cancer in Brazil. In order to better understand the relationship between human papillomavirus (HPV) and development of cervical cancer, developed this literature review. To complete this study were determined in the portal Scielo Brazil, scientific articles published between the years 1999 and 2009. This research, we selected twelve articles dealing with the relationship between HPV and cervical carcinoma. Several authors have demonstrated in their studies the prevalence of certain types of HPV, especially HPV-16 and HPV-18 in the etiopathogenesis of cervical cancer, and the genotypes of high risk HPV types were identified in 52.4 to 100% of cases of neoplasia and preneoplastic. The World Health Organization has recognized this virus as the etiologic agent responsible for cervical oncogenesis. Although, despite being a preventable disease and cure, cervical cancer remains a cause of death in thousands of women, especially in underdeveloped countries. Therefore, early diagnosis, knowledge of risk factors and the development of health promotion and health education are important steps to interrupt the chain of transmission of HPV and, consequently, the prevention of cervical cancer and reducing mortality by this disease in our country.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinar, Núcleo de Estudos em Educação e Promoção da Saúde, 2010.
Aparece na Coleção:Educação e Promoção da Saúde

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_WanessaPimentaRosas.pdf141.16 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.