Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/12974
Título: O debate em filosofia da ciência entre Karl Popper e o Círculo de Viena
Autor(es): Melo, Rennan Souza
Orientador(es): Simon, Samuel José
Assunto: Filosofia e ciência
Ciência
Positivismo lógico
Data de apresentação: 14-Dez-2015
Data de publicação: 28-Abr-2016
Referência: MELO, Rennan Souza. O debate em filosofia da ciência entre Karl Popper e o Círculo de Viena. 2015. 51 f. Monografia (Licenciatura em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Este trabalho visa mostrar um importante debate em filosofia da ciência no período entre guerras no século XX. O foco será o movimento Círculo de Viena e, um de seus críticos, Karl Popper. Da parte do Círculo de Viena, apresento primeiramente suas influências mais latentes, nas figuras de Wittgenstein e Russell. A partir das influências, apresento o criador do Círculo de Viena, o filósofo Moritz Schlick, as principais ideias do movimento e seus principais representantes, Carnap e Neurath. Sobre Carnap, apresento a teoria construcionista, na tentativa de unificação das ciências, apontando para o problema da base empírica. Neurath, apresento com sua proposta para a solução de alguns problemas da teoria carnapiana. Popper, é apresentado como crítico das ideias de Neurath e Carnap, para tanto, apresento aquilo que Popper propõe que uma teoria da ciência deve resolver, como seu sistema resolve os problemas precedentes e, por fim, a proposta de Popper para a base dos sistemas científicos e suas críticas diretas ao Círculo. Concluo apontando para o avanço da filosofia da ciência de Popper em relação ao Círculo de Viena, para a resolução do problema da verificação e do lugar da metafísica nos sistemas científicos. ___________________________________________________________________________ ABSTRACT
This paper shows an important discussion in philosophy of science in the interwar period in the twentieth century. The focus will be the Vienna Circle movement and one of his critics, Karl Popper. Beginning with Vienna Circle, I first show the figures of Wittgenstein and Russell, they are significant influences for the Circle. From the influences, I present the creator of Vienna Circle, the philosopher Moritz Schlick, the principal ideas of the movement, Carnap and Neurath like main representatives on the Circle. About Carnap, I will show the constructionist theory in an attempt to unify the sciences, pointing to the problem of the empirical basis. Neurath, I will present his proposal solution of some problems of Carnapian theory. Popper, is presented as critical of Neurath and Carnap's ideas, therefore, I present his propose, what must be solved by the theory of the science, how your system solves the previous problems and, finally, Popper proposal to the base of the scientific systems and his direct criticism to the Circle. The conclusion comes of highlighting the advance of Popper’s philosophy of science in relation with the Vienna Circle, verifying the resolution of the problem of the existence and place for metaphysics in scientific systems.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Filosofia, 2015.
Aparece na Coleção:Filosofia - Graduação

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_RennanSouzaMelo.pdf592.2 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons