Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/12914
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_BiancaAlvesBatista.pdf2,54 MBAdobe PDFver/abrir
Título: A geografia para um educando com síndrome de down : um estudo de caso
Autor(es): Batista, Bianca Alves
Orientador(es): Fernandes, Maria Lídia Bueno
Assunto: Educação inclusiva
Geografia - estudo e ensino
Crianças deficientes - educação
Down, Síndrome de
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 20-Abr-2016
Referência: BATISTA, Bianca Alves. A geografia para um educando com síndrome de down: um estudo de caso. 2015. 83 f., il. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Este trabalho desenvolveu um estudo de caso de uma criança com Síndrome de Down (SD) com nove anos de idade, com o objetivo de entender os aspectos da aprendizagem e da construção dos conceitos científicos de geografia para esse educando, e saber ainda se essa contribui para o desenvolvimento global da criança. A pesquisa surgiu da necessidade de refletir minhas ações enquanto monitora que acompanhava essa criança em uma sala de aula regular da rede privada de ensino do Distrito Federal. Neste estudo foi adotada a perspectiva qualitativa com uso do estudo de caso, instrumentado pela pesquisa bibliográfica, observação participante, análise documental e entrevistas semiestruturadas. Para o educando com SD a construção dos conceitos científicos em geografia advém das experiências com os conteúdos concretos, da observação direta e reflexiva do espaço social, especialmente aquelas que envolvem o lúdico, a experimentação do espaço a ser aprendido e a coletividade. Assim como, também, depende de um conjunto de condições externas e internas do sujeito, que criam ambientes e situações propícias, vistas e organizadas a partir das necessidades do sujeito enquanto ser subjetivo e ser social. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work developed a case study of a child with Down Syndrome (DS) with nine years of age, in order to understand the aspects of learning and the construction of scientific concepts of geography for that student, and know even if this contributes for the overall development of the child. The research arose from the need to reflect my actions while monitoring accompanying the child on a regular classroom private schools of the Federal District. This study adopted a qualitative perspective with the use of case study, instrumented by bibliographical research, participant observation, document analysis and semi-structured interviews. For the student with SD the construction of scientific concepts in geography arises from experiences with concrete contents, the direct and reflective observation of social space, especially those involving the playful, experimentation space to be learned and the community. As also it depends on a number of external and internal conditions of the subject, which create conducive environments and situations, views and arranged from the needs of the subject as being subjective and social being.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2015.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons