Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/12779
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AlexClebersonAndradeNeves.pdf481,28 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Direitos humanos na educação de jovens e adultos : representações sociais e intervenções dialógicas
Autor(es): Neves, Alex Cleberson Andrade
Orientador(es): Rêses, Erlando da Silva
Assunto: Representações sociais
Direitos humanos
Educação de Jovens e Adultos (EJA)
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 5-Abr-2016
Referência: NEVES, Alex Cleberson Andrade. Direitos humanos na educação de jovens e adultos: representações sociais e intervenções dialógicas. 2015. 73 f. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Esta pesquisa objetiva evidenciar as Representações Sociais que os Estudantes da Educação de Jovens e Adultos produzem acerca dos Direitos Humanos. Adotando a Teoria das Representações Sociais de Serge Moscovici, o estudo baseia-se no modelo da pesquisa-ação e utiliza a matriz qualitativa com o intuito de evidenciar o conjunto de costumes, modos de existência e de representação dos fenômenos da realidade social de um grupo de indivíduos. Os dados foram coletados através da aplicação de um questionário com uma questão indutora, por meio da Técnica de Associação Livre de Palavras. A análise dos resultados ocorreu por meio da utilização do software EVOC. Os resultados demonstram que os estudantes representam os Direitos Humanos por meio de três elementos centrais: Educação (36%), Justiça (28%) e Saúde (36%). Conclui-se que as Representações Sociais dos estudantes não são meras manifestações de opiniões/percepções acerca dos Direitos Humanos, mas fornecem subsídios que possibilitam compreender as explicações que o coletivo atribui a determinado fenômeno social. O conteúdo que emerge nestas representações evidencia a dinâmica dos sujeitos no manejo com as questões associadas aos Direitos Humanos.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2015.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons