Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/12766
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_SamuelMarianodeCastro.pdf251,88 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A escravidão no século XIX representada em Úrsula, de Maria Firmina dos Reis
Autor(es): Castro, Samuel Mariano de
Orientador(es): Lima, Omar da Silva
Assunto: Negros na literatura
Literatura brasileira
Úrsula (1859) - romance abolicionista
Data de apresentação: 8-Jul-2015
Data de publicação: 5-Abr-2016
Referência: CASTRO, Samuel Mariano de. A escravidão no século XIX representada em Úrsula, de Maria Firmina dos Reis. 2015. 22 f. Monografia (Licenciatura em Letras Português)-Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar e discutir sobre a representação do período escravocrata no século XIX, segundo a visão do negro e do branco tendo como ponto de partida a abordagem do romance Úrsula, de Maria Firmina dos Reis. O romance foi publicado em 1859, em pleno Romantismo, no qual a escravidão é abordada pela perspectiva do escravo. Sua narrativa constitui uma voz dissonante na literatura do século XIX por escrever sobre escravos lhes dando voz e principalmente por ser mulher.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Licenciatura em Letras - Português, Monografia em Literatura, 2015.
Aparece na Coleção:Letras - Português



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons