Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/12207
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_FelipeLoboSa.pdf1,29 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise das percepções da comunidade de Chapada Gaúcha (MG) sobre o turismo de base comunitária
Autor(es): Sá, Felipe Lobo
Orientador(es): Tasso, João Paulo Faria
Assunto: Turismo - aspectos econômicos
Desenvolvimento social
Inclusão social
Chapada Gaúcha (MG)
Data de apresentação: 11-Dez-2015
Data de publicação: 2-Mar-2016
Referência: SÁ, Felipe Lobo. Análise das percepções da comunidade de Chapada Gaúcha (MG) sobre o turismo de base comunitária. 2015. 65 f., il. Monografia (Bacharelado em Turismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A cada ano cresce o número de pessoas que se deslocam de seu local de residência para conhecer novas localidades, experimentar novas culturas e vivenciar novas paisagens. Localizada na região norte de Minas Gerais, Chapada Gaúcha é um município com grande potencial para o turismo. Contando com diversos atrativos culturais e naturais, com maior destaque para o Parque Nacional Grande Sertão Veredas, a comunidade está inserida em um contexto de baixo desenvolvimento, caracterizado por baixos índices de renda, emprego e desenvolvimento humano. Tendo como base a expansão do turismo, o presente trabalho tem como objetivo analisar a atual situação do setor na localidade, e a percepção da comunidade local sobre a criação de um modelo alternativo (Turismo de Base Comunitária), como instrumento para a inclusão socioeconômica. O estudo se desenvolveu em três etapas: pesquisa bibliográfica, entrevista com os cinco principais atores locais (Secretaria de Turismo, ICMBio, Instituto Rosa e Sertão, Cooperativa Sertão Veredas e Associação Comercial Empresarial), sistematização e análise crítica dos dados obtidos em campo. Os resultados obtidos reforçam a ideia de que o Turismo na localidade ainda está em um estado inicial de desenvolvimento, com grande sazonalidade no fluxo de visitantes e com pouca oferta de estruturas turísticas. Percebem-se, ainda, alguns aspectos favoráveis à criação de ações de Turismo de Base Comunitária que dependem de maior diálogo e coesão entre os atores locais. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Each year, there is a growing number of people moving from their home to meet new places, experience nem cultures and sights . Located in the north region of Minas Gerais, Chapada Gaúcha is a county with great potential for tourism. Featuring several culture and natural attractions, most notably the Grande Sertão Veredas National Park, the comunity lives in a low-growth context, characterized by low levels of income, employment and human development. With the growth of tourism in mind, this work aims to analyze the current industry situation in the locality, and the perception of the local community about creating an alternative model (Community-Based Tourism), as a tool for social and economic inclusion. The study is divided in three steps: literature review, interviews with the top five local actors (Secretaria de Turismo, ICMBio, Instituto Rosa e Sertão, Cooperativa Sertão Veredas e Associação Comercial Empresarial), systematization and critical analysis of the data obtained in the field. The results support the idea that tourism in the town is still in an early stage of development, with great seasonality of visitors and with inadequate options of tourism facilities. It is also noticeable some favorable caracteristics for the creation of Community-Based Tourism actions that still depend on greater dialogue and cohesion between local actors.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2015.
Aparece na Coleção:Turismo



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons