Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1173
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_AnaCarolinaRodriguesLima.pdf681,03 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Responsabilidade social empresarial : como a sociedade civil e o setor público influenciam as práticas das empresas
Autor(es): Lima, Ana Carolina Garcia Rodrigues
Orientador(es): Almeida, Geraldo Sardinha
Assunto: Responsabilidade social da empresa
Associações sem fins lucrativos
Desenvolvimento social
Data de apresentação: 16-Ago-2010
Data de publicação: 28-Out-2010
Referência: LIMA, Ana Carolina Garcia Rodrigues. Responsabilidade social empresarial: como a sociedade civil e o setor público influenciam as práticas das empresas. 2010. 63 f. Monografia (Bacharelado em Administração)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: Esta monografia objetiva fazer uma análise do panorama da responsabilidade social, identificar algumas características inerentes às empresas que exercem tais práticas, como elas exercem, assim como o papel do Setor Público e da Sociedade Civil na influência da adoção de práticas de responsabilidade social pelas empresas. A pesquisa prática realizada, entrevistou três empresas do DF que exercem essas atividades, uma possui um Instituto, outra exerce a RSE através de projetos, e a terceira é uma empresa social, que segue a Legislação do Terceiro Setor, ou seja é uma OSCIP. A metodologia utilizada foi uma pesquisa teórica, qualitativa de coleta de dados, opiniões e comparação com a literatura. Com a pesquisa observou-se que poucas empresas utilizam-se dos incentivos fiscais em suas práticas sociais. A empresa analisada, que não possui Instituto e não é OSCIP também não utiliza. O Setor Público influencia as práticas do Terceiro Setor e da responsabilidade social das empresas principalmente através de leis que regulamentam essas atividades, através de parcerias e através das leis de incentivos fiscais. A sociedade civil pode influenciar esta prática de várias maneiras. Como exemplo, quando opta por produtos de entidades socialmente responsáveis, e assim influencia as decisões das empresas ou quando demandam por ações sociais que os governos não conseguem suprir em sua totalidade
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Administração, 2010.
Aparece na Coleção:Administração



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons