Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11666
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_DaniellyBatistaXavier.pdf1,1 MBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorSilva, Everton Nunes da-
dc.contributor.authorXavier, Danielly Batista-
dc.identifier.citationXAVIER, Danielly Batista. Gastos com a cirurgia bariátrica no Sistema Único de Saúde: um estudo com hospitais de referência no período 2010-2014. 2015. 61 f., il. Monografia (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.en
dc.descriptionMonografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Graduação em Saúde Coletiva, 2015.en
dc.description.abstractIntrodução: A obesidade é uma doença crônica multifatorial caracterizada pelo acúmulo anormal ou excessivo de gordura. De acordo com dados da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção por Telefone 17% da população brasileira está obesa. Para casos mais graves de obesidade o Ministério da Saúde recomenda a cirurgia bariátrica. O Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde reconhece 76 hospitais como unidades de referência para o paciente com obesidade grave. Estes hospitais são referência para cirurgia bariátrica no Sistema Único de Saúde. Objetivos: Descrever a frequência e os gastos da cirurgia bariátrica e dos tratamentos de intercorrência clínica e cirúrgica pós-cirurgia bariátrica por região entre 2010 e 2014 considerando os procedimentos realizados nos hospitais de referência. Método: Estudo descritivo usando dados secundários do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde. Os dados foram tabulados por meio do programa TabWin e agrupados através do Microsoft Office Excel 2016. Resultados: A frequência e os gastos com a cirurgia bariátrica cresceram entre 2010 e 2014. Os tratamentos de intercorrência também aumentaram em frequência e gastos, porém foram notificados apenas em 2013 e 2014, quando se criou um código especifico para esta finalidade. Ainda foram comparadas as médias de gastos entre os hospitais que realizaram o número mínimo de 96 cirurgias preconizados pelo Ministério da Saúde. Os hospitais que realizaram 96 cirurgias ou mais obtiveram maior gasto médio nos procedimentos cirúrgicos em 2010, 2011 e 2014. O gasto médio dos tratamentos de intercorrência também foi maior nestes hospitais em 2013 e 2014. Considerações finais: É importante ter conhecimento dos gastos em saúde pois estes podem ser utilizados como ferramentas importantes na tomada de decisão na gestão do Sistema Único de Saúde. __________________________________________________________________________ ABSTRACTen
dc.description.abstractIntroduction: Obesity is a multifactorial chronic disease defined as abnormal or excessive fat accumulation. According to survey data from Vigilância de Fatores de Risco e Proteção por Inquérito Telefônico (Risk Factor Surveillance and Protection through telephone interviews) 17% of the Brazilian population is obese. In case of more severe cases of obesity the Ministry of Health (Brazil) recommends bariatric surgery. The Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (Brazilian National Register of Health Facilities) recognizes 76 hospitals as referral centers for patients with severe obesity. These hospitals are referral for bariatric surgery in the Sistema Único de Saúde (Brazilian Unified Health System). Objective: To describe the frequency and costs of bariatric surgery and treatment of complications clinical and surgical bariatric surgery by region between 2010 and 2014 considering the procedures performed in referral hospitals. Methodology: Descriptive study using secondary data from the Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (System of Hospital Information of the Brazilian Unified Health System) - SIH/SUS. Data was tabulated via TabWin program and grouped via Microsoft Office Excel 2016. Results: The frequency and the cost of bariatric surgery increased between 2010 and 2014. The treatment of complications also increased in frequency and spending, but was reported only in 2013 and 2014, when it created a specific code for this purpose. Also compared the average spending among hospitals that performed the minimum number of 96 surgeries recommended by the Ministry of Health (Brazil). Hospitals that perform 96 surgeries or more had a higher average spending on surgical procedures in 2010, 2011 and 2014. The average spending of treatment of complications was also higher in these hospitals in 2013 and 2014. Final considerations: It is important to be aware of health expenditure as these can be used as important tools in decision-making in the management of the Sistema Único de Saúde (Brazilian Unified Health System).en
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.subject.keywordCirurgia bariátricaen
dc.subject.keywordObesidade - cirurgiaen
dc.subject.keywordObesidade mórbidaen
dc.subject.keywordSaúde públicaen
dc.titleGastos com a cirurgia bariátrica no Sistema Único de Saúde : um estudo com hospitais de referência no período 2010-2014en
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Bachareladoen
dc.date.accessioned2016-01-19T11:46:01Z-
dc.date.available2016-01-19T11:46:01Z-
dc.date.issued2016-01-19T11:46:01Z-
dc.date.submitted2015-12-09-
dc.identifier.urihttp://bdm.unb.br/handle/10483/11666-
dc.language.isoPortuguêsen
dc.contributor.advisorcoRamalho, Walter Massa-
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva - Campus UnB Ceilândia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons