Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/1159
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_HeloísaAlvesAltoé.pdf1,58 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Pedagogia e saúde : uma perspectiva para a educação de jovens e adultos em ambiente hospitalar
Autor(es): Altoé, Heloisa Alves
Orientador(es): Angelim, Maria Luiza Pereira
Assunto: Pedagogia hospitalar
Humanização dos serviços de saúde
Educação de Jovens e Adultos (EJA)
Educação especial
Data de apresentação: Dez-2009
Data de publicação: 14-Out-2010
Referência: ALTOÉ, Heloisa Alves. Pedagogia e saúde: uma perspectiva para a educação de jovens e adultos em ambiente hospitalar. 2009. 255 f. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: O presente trabalho de conclusão de curso nasceu do desejo de sinalizar uma perspectiva à educação de jovens, adultos e idosos em ambiente hospitalar. Realizou-se uma investigação em um hospital público de Brasília, com o objetivo de explorar empiricamente a probabilidade de se propiciar às pessoas hospitalizadas um atendimento educacional aliado aos pressupostos da Pedagogia Hospitalar, respaldado na educação inclusiva como paradigma educacional e com base na concepção de direitos humanos. A investigação levantou dados, no setor de hemodiálise do hospital, que refletem sobre as necessidades e demandas apresentadas por esse público inerente à modalidade de ensino da Educação de Jovens e Adultos. Houve um levantamento dos indícios concernentes às dificuldades e obstáculos que possam inviabilizar ou não a implementação desse atendimento diferenciado proposto pela Educação Especial. Nesta pesquisa foram desenvolvidos dois estudos de campo, o primeiro procurou identificar a concepção da equipe multiprofissional de saúde sobre essa nova área de atuação do pedagogo, com o objetivo de delinear as características do campo de ação pedagógica no hospital; o segundo estudo baseou-se em entrevistas realizadas no setor de hemodiálise do hospital, com o objetivo de analisar as expectativas instituídas pelas pessoas com insuficiência renal crônica e pelos profissionais da área de saúde. Buscou-se também suscitar indicadores que possam ressignificar o processo de doença e cura com a prerrogativa de um atendimento mais humanizado; bem como valorizar o espaço de atuação do pedagogo como membro da equipe hospitalar, fundamentando o compromisso de levar a todos o direito à educação; assim como, consubstanciar a prerrogativa da ação coletiva na construção do espaço pedagógico no hospital, a fim de transformá-lo em um novo ambiente virtual de aprendizagem. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work of completion was the desire to signal a perspective to the education of young people, adults and elderly in hospitals. There was an investigation into a public hospital in Brasília, in order to explore empirically the probability of people hospitalized provide a combined educational assistance to the assumptions of pedagogy Hospital and support for inclusive education, as educational paradigm based on the concepts of the humans. The research gathered data on the hemodialysis unit of the hospital, which reflect on the needs and demands presented by the public inherent in the mode of education of Youth and Adults. There was a survey of evidence concerning the difficulties and obstacles that could derail or not, the implementation of differentiated service proposed by the Special Education. This study was developed two field studies, the first sought to identify the concept of multidisciplinary health care team about this new area of work of teachers, in order to delineate the characteristics of the field of pedagogical action in the hospital, the second study was based on interviews conducted in the hemodialysis unit of the hospital, in order to analyze the expectations established by people with chronic renal failure and the professionals of health. In this research tried to also give new meaning to indicators that the disease process and healing with the prerogative to have a more humane, as well as enhance the area of work of teachers as a member of hospital staff, stating its commitment to bring to everyone the right to education, so as to substantiate the prerogative of collective action in the construction of educational space in the hospital in order to transform it into a new virtual learning environment.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2009.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons