Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11458
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_LeonardoRochaRego.pdf635,99 kBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorMedeiros, Otávio Ribeiro de-
dc.contributor.authorRêgo, Leonardo Rocha-
dc.identifier.citationRÊGO, Leonardo Rocha. Relação entre rentabilidade bancária e taxa básica de juros: estudo entre as principais instituições financeiras do Brasil. 2013. 32 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Ciências Contábeis)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.en
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais, 2013.en
dc.description.abstractA partir de 2011, teve início uma nova política monetária brasileira com o movimento de baixa na taxa básica de juros da economia, a Selic. A intenção do Governo Federal era promover o estímulo da economia e reduzir as taxas de juros, consideradas obstáculo ao crescimento econômico. Alguns órgãos, economistas, analistas, revistas entre outros, avaliaram o viés de baixa da Taxa Selic como um fator negativo para as principais instituições financeiras brasileiras, uma vez que tenderia a reduzir os ganhos no curto prazo, prejudicando a rentabilidade. Considerando as informações divulgadas e as análises realizadas, o presente estudo tem como objetivo verificar se a taxa Selic possui relação positiva com a rentabilidade das principais instituições financeiras do Brasil. Ademais, o estudo busca qual a defasagem da influência da taxa básica de juros na rentabilidade bancária. Utilizando dados referentes aos balancetes mensais do período entre janeiro de 2000 e fevereiro de 2013, aplicou-se uma regressão linear múltipla por meio de intervalo de confiança e teste de hipóteses (estatística t). Os resultados mostram que não foram encontradas evidências estatísticas que permitem afirmar que há uma relação positiva entre a taxa básica de juros da economia e a rentabilidade das principais instituições financeiras brasileiras. Não foi encontrado, portanto, observância empírica para as avaliações feitas na mídia.en
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.subject.keywordInstituições financeirasen
dc.subject.keywordLucrosen
dc.subject.keywordSpread bancárioen
dc.subject.keywordTaxa Selicen
dc.titleRelação entre rentabilidade bancária e taxa básica de juros : estudo entre as principais instituições financeiras do Brasilen
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Bachareladoen
dc.date.accessioned2015-11-19T20:32:20Z-
dc.date.available2015-11-19T20:32:20Z-
dc.date.issued2015-11-19T20:32:20Z-
dc.date.submitted2013-07-17-
dc.identifier.urihttp://bdm.unb.br/handle/10483/11458-
dc.language.isoPortuguêsen
Aparece na Coleção:Ciências Contábeis



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons