Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11434
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_MarianaDeOliveiraSinicio.pdf477,21 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Estimativas do custo do crédito subsidiado no Brasil em 2011-2014
Autor(es): Sinicio, Mariana de Oliveira
Orientador(es): Almeida, José Roberto Novaes de
Assunto: Crédito
Taxas de juros
Sistema Financeiro Nacional (SFN)
Data de apresentação: 11-Ago-2015
Data de publicação: 17-Nov-2015
Referência: SINICIO, Mariana de Oliveira. Estimativas do custo do crédito subsidiado no Brasil em 2011-2014. 2015. [57] f., il. Monografia (Bacharelado em Ciências Econômicas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Vários são os estudos que atestam a importância e os efeitos positivos da concessão de crédito subsidiado a diversos setores da economia, considerados de interesse estratégico, especialmente seu impacto no aumento da renda per capita, da produtividade industrial ou da geração de empregos. E o Brasil, desde 2007 tem se estruturado sobre essa políticade promoção do investimento baseado na concessão de crédito estatal. O trabalho, ao contrário dos estudos que vem sendo desenvolvidos, busca avaliar essa política pela ótica de seus custos. A partir de estimativas, deveras simples, sobre o montante de subsídio concedido no Brasil para o período de 2011 a 2014, busca-se mensurar o custo de oportunidade proveniente da deslocação de recursos da sociedade para esses empreendimentos. Como resultado, verifica-se que em relação ao PIB os recursos concedidos na forma de subsídio corresponderam de 2% a 4% do produto total da economia, em trajetória ascendente.A partir da aplicação direta do conceito de subsídio, o trabalho traz, de outro modo, estimativas referentes ao custo de captação desses recursos junto ao mercado, determinando o custo de oportunidade para a sociedade mediante comparação com o resultado primário do Governo Central. Em 2011, por exemplo, o resultado primário triplicaria na ausência de concessão de subsídios. Já em 2014, o aumento seria de mais de 35 vezes. O trabalho, adicionalmente, inova ao propor uma estimação para a taxa de juros natural da economia, conforme concebida por Wicksell. Aplicando-sea metodologia proposta por Philippon, é possível estimar que as taxas de juros naturais situar-se-iam em torno de 11,2% ao ano, na média do período, isto é, na ausência de interferência no mercado de crédito. Essa constitui a terceira via para análise do custo de oportunidade à sociedade na manutenção das políticas de subsídio e outras intervenções no mercado de crédito. Conclui-se, portanto, pela ineficiência econômica no modelo adotado pelo Brasil para o direcionamento de crédito. Observa-se um grande ônus ao contribuinte sem que haja correspondente contrapartida no crescimento econômico, que ao contrário tem-se demonstrado inconsistente. ______________________________________________________________________ ABSTRACT
Several studies attest to the importance and the positive effects of the granting of subsidized credit to various sectors of the economy, considered as strategic, as the increase in the per capita income, in industrial productivity or in the generation of jobs, for example. And Brazil since 2007 has been structured on this policy, on the promotion of investments based on the allocation of state credit. This paper, in contrast to the studies that are being developed, seeks to assess this policy from the perspective of its costs. From estimates, quite simple, on the amount of subsidy granted in Brazil for the period 2011 to 2014, it is sought to evaluate the opportunity cost from the shift of society's resources for these business venture. From the direct application of the concept of subsidy, the paper also provides estimates for the cost of acquisition of these resources in the market and the opportunity cost to society through comparison with the primary result of the Central Government. In 2011, for example, the primary result would treble in the absence of subsidies. As for in 2014, the increase would be 30 times bigger. Furthermore, the papel innovates as it proposes estimate the natural interest rate of the economy, in the design of Wicksell. According to the methodology proposed by Philippon, it is possible to estimate that the interest rateswould be at around 11.2% per year in the absence of interference in the credit market. This is the third way to analyse the opportunity cost to society for the maintenance of the policies of allowance and other interventions in the credit market. In conclusion, the subsidy model seens for a ineficiente economic system adopted by Brazil. There is a big cost for the tax payers without a corresponding increase in economic growth, but it has been inconsistente.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, 2015.
Aparece na Coleção:Ciências Econômicas



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons