Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11412
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_SaraGuedesTeixeirense.pdf213,05 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de sorgo granífero
Autor(es): Teixeirense, Sara Guedes
Orientador(es): Fagioli, Marcelo
Assunto: Sorgo - sementes
Sementes - qualidade
Data de apresentação: Jul-2015
Data de publicação: 13-Nov-2015
Referência: TEIXEIRENSE, Sara Guedes. Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de sorgo granífero. 2015. iv, 21 f. Monografia (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Testes de vigor detectam diferenças significativas na qualidade fisiológica de sementes de maneira prática e rápida. Desta maneira esse estudo teve como objetivo avaliar a qualidade fisiológica (germinação e vigor) de sementes de lotes de sorgo híbrido granífero das cultivares BRS 330 e BRS 332. Para as avaliações da qualidade das sementes foram realizados: determinação do teor de água antes e após o envelhecimento acelerado, teste padrão de germinação, peso de matéria verde e peso de matéria seca, teste de envelhecimento acelerado, teste de condutividade elétrica, emergência de plântulas em campo e índice de velocidade de emergência. Foram utilizadas as cultivares multiplicadas pela empresa LG Limagrain BRS 330, lotes de sementes 12 e 21 e BRS 332, lotes de sementes 50 e 61. Na análise estatística utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey em nível de 5% de probabilidade. Os resultados indicaram nas condições em que este experimento foi conduzido que os testes de germinação e de envelhecimento acelerado, não são eficientes em captar as diferenças de vigor dos lotes de sementes de sorgo granífero, quando apresentam germinação muito próximas. Os testes de vigor, peso de matéria verde, seca, índice de velocidade de emergência e a condutividade elétrica, juntamente com a emergência em campo são eficientes em captar as diferenças do vigor de sementes de lotes de sorgo granífero.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2015.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons