Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11392
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_TiagoSantAnaNascimento.pdf291,61 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A cooperação de combate ao narcotráfico entre os países fronteiriços (Brasil, Argentina e Paraguai) na Tríplice Fronteira de 1988-2013
Autor(es): Nascimento, Tiago Sant Ana
Orientador(es): Sato, Eiiti
Assunto: Tráfico de drogas
Cone Sul
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 12-Nov-2015
Referência: NASCIMENTO, Tiago Sant Ana. A cooperação de combate ao narcotráfico entre os países fronteiriços (Brasil, Argentina e Paraguai) na Tríplice Fronteira de 1988-2013. 2015. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O trabalho apresenta a cooperação dos países da Tríplice Fronteira do Cone Sul como a Argentina, o Paraguai e o Brasil no combate ao tráfico de drogas e entorpecentes a partir da criação do Mercado Comum do Sul, no ano de 1991, com o Tratado de Assunção. O fluxo de pessoas, bens e serviços entre os três países verificou o aumento no trânsito de drogas na fronteira que já existia nas cidades da Fronteira como Ciudad Del Este, no Paraguai, Foz do Iguaçu, no Brasil e Puerto Iguazu, na Argentina. Assim pela integração regional possibilitou o trabalho de criação de Acordos no Bloco e de Acordos de Combate ao Tráfico de Drogas desde o primeiro, com o Paraguai no ano de 1988 para atuar junto ao regime internacional de Combate ao Tráfico. Os acordos criaram a possibilidade de assistência mutua entre os países os quais influenciaram em ações das Policias Federais e a Secretaria Nacional Antidrogas no Paraguai e Argentina com as Polícias Nacionais desses países. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Paper presents the co-operation of the countries the Triple Frontier of the Southern Cone as Argentina, Paraguay and Brazil to combat drug trafficking and narcotics from the creation of the Southern Common Market in 1991 with the Treaty of Assuncao. The flow of people, goods and services between the three countries saw a rise in traffic of drugs on the border that existed in the border cities like Ciudad Del Este, Paraguay, Foz do Iguaçu, Brazil and Puerto Iguazu in Argentina. So for regional integration agreements allowed the creation of work in Block and Combat Agreements to the Drug Trafficking, from the first with Paraguay in 1988 to work with the international regime to Combat Trafficking. The agreements have created the possibility of mutual assistance between countries which influenced in shares of Federal Police and the Anti-Drug National Secretariat in Paraguay and Argentina to the cops Nationals these countries.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2015.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons