Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11128
Título: Pensamento autônomo e alfabetização matemática : intervenção psicopedagógica em prol do desenvolvimento das estruturas lógicas fundamentais
Autor(es): Rego, Livia Tavares Pereira
Orientador(es): Neves, Regina da Silva Pina
Assunto: Intervenção psicopedagógica
Pensamento autônomo
Matemática - estudo e ensino
Matemática - dificuldades de aprendizagem
Crianças - intervenção psicopedagógica
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 10-Set-2015
Referência: REGO, Livia Tavares Pereira. Pensamento autônomo e alfabetização matemática: intervenção psicopedagógica em prol do desenvolvimento das estruturas lógicas fundamentais. 2015. 82 f., il. Monografia (Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O Bloco Inicial de Alfabetização (BIA) do Distrito Federal é formado pelos três primeiros anos do Ensino Fundamental e visa à aquisição do Sistema de Escrita Alfabética e da alfabetização matemática das crianças, já que para realizar uma leitura do mundo que as cerca e se tornar cidadãs ativas, os conceitos matemáticos são fundamentais. O objetivo desta pesquisa foi realizar intervenções psicopedagógicas com uma estudante tida como “com dificuldade” na área de matemática por meio de atividades que levassem ao desenvolvimento do pensamento autônomo e da criação de estratégias para resolução de problemas. As intervenções foram planejadas de acordo com as avaliações da estudante, constatando-se a necessidade de trabalho com as estruturas lógicas que são fundamentais para a construção de conceitos. A metodologia utilizada foi a pesquisa de intervenção (Fávero 2011), pois ela tem como característica a transformação do sujeito enquanto construtor de seu conhecimento. Considera-se importante o trabalho pautado no desenvolvimento da autonomia, pois o pensamento autônomo é uma das bases do pensamento matemático. Foi concluído que a compreensão do erro como parte do processo de aprendizagem e o trabalho com situações problemas e atividades com potencial lúdico possibilitaram a mediação dos conhecimentos com real compreensão por meio de atividades significativas.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, 2015.
Aparece na Coleção:Psicopedagogia Clínica e Institucional

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_LiviaTavaresPereiraRego.pdf1.81 MBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons