Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11125
Título: A resolução de problemas em matemática : um estudo com professoras do 3º ano do Ensino Fundamental da rede pública do Distrito Federal
Autor(es): Lins, Karen Mendes
Orientador(es): Neves, Regina da Silva Pina
Assunto: Professores - prática profissional
Intervenção psicopedagógica
Matemática - estudo e ensino
Matemática (Ensino fundamental)
Matemática - resolução de problemas
Professores - intervenção psicopedagógica
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 10-Set-2015
Referência: LINS, Karen Mendes. A resolução de problemas em matemática: um estudo com professoras do 3º ano do Ensino Fundamental da rede pública do Distrito Federal. 2015. 131 f., il. Monografia (Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A formação de professores ainda enfrenta problemas históricos que, em muitos casos, gera professores não preparados para a prática profissional. Em função disso, a sala de aula é, para muitos, um laboratório em que os professores aprendem a atuar como docentes. Nesse contexto de fragilidades e lacunas, o ensino da matemática é uma das áreas prejudicadas, pois crenças de que se trata de conhecimento impossível de ser aprendido e vivido têm acompanhado professores e alunos ao longo do tempo. Diante disso, essa pesquisa apresenta estudos que relatam caminhos em prol da renovação dos cursos de licenciatura em Pedagogia a partir de estratégias que desmistifiquem a aprendizagem e a “ensinagem” da matemática. Há muitas possibilidades de mudança e, dentre elas, apresentamos a proposta metodológica da Resolução de Problemas defendida por Onuchic e Allevato (2011) como uma forma enriquecedora e real de apresentar os conceitos matemáticos e de modificar o caminho de seu ensino e aprendizagem. O estudo ocorreu com professoras da escola pública do 3º ano do Ensino Fundamental e seu objetivo foi trabalhar a educação matemática por meio da resolução de problemas, assim como refletir sobre o pensar matemático dos alunos a fim de promover aprendizagem significativa e, consequentemente, transformar a impressão historicamente criada acerca dos conhecimentos matemáticos. Os resultados mostram que é possível promover a construção dos conceitos matemáticos por meio da resolução de problemas, assim como provocar reflexões e mudança de postura do professor em sua atuação profissional.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, 2015.
Aparece na Coleção:Psicopedagogia Clínica e Institucional

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_KarenMendesLins.pdf2.21 MBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons