Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11072
Título: Transtorno de déficit de atenção/ hiperatividade : diagnóstico e resgate do vínculo com a aprendizagem
Autor(es): Sousa, Ana Carolina Nascimento
Orientador(es): Queiroz, Elizabeth
Assunto: Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)
Dificuldades escolares
Psicopedagogia
Crianças - intervenção psicopedagógica
Processo de ensino-aprendizagem - psicopedagogia
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 2-Set-2015
Referência: SOUSA, Ana Carolina Nascimento. Transtorno de déficit de atenção/ hiperatividade: diagnóstico e resgate do vínculo com a aprendizagem. 2015. vi, 77 f., il. Monografia (Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O TDA/H tem sido um dos transtornos mais estudados por profissionais de saúde e por isso possui vários respaldos médico-científicos, no entanto, é muito mal compreendido no contexto escolar no que diz respeito às necessidades educacionais de quem o apresenta. As crianças com o transtorno podem apresentar hiperatividade, desatenção e impulsividade resultando em prejuízo e consequente desinteresse escolar. Neste estudo investigou-se a respeito de uma criança de sete anos no 2º ano do ensino fundamental com suspeita de TDA/H com dificuldades em alfabetização e numéricas. Os métodos utilizados para avaliação foram anamnese com a genitora, questionário informal com a professora, visitas à escola, observação das atitudes da criança frente a materiais diversos de leitura, números e jogos. Os resultados da avaliação revelaram uma criança com desinteresse em atividades típicas escolares, com baixa autoestima, impulsiva e com comportamento de oposição. Foram feitas intervenções com foco na alfabetização e resgate do vínculo com a aprendizagem. Os resultados da intervenção alcançaram melhorias através do vínculo materno e na alfabetização. O estudo concluiu que crianças com TDA/H precisam de trabalho de equipe entre pais, professores e profissionais, bem como intervenções psicopedagógicas que possam favorecer as habilidades da criança e usar de materiais atrativos para superação das dificuldades.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, 2015.
Aparece na Coleção:Psicopedagogia Clínica e Institucional

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AnaCarolinaNascimentoSousa.pdf2.5 MBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons