Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11066
Título: Intervenção psicopedagógica e dificuldade de aprendizagem escolar : estudo de caso com um adolescente
Autor(es): Simione, Renata Moraes
Orientador(es): Fávero, Maria Helena
Assunto: Mediação pedagógica
Adolescentes - intervenção psicopedagógica
Processo de ensino-aprendizagem
Atividades pedagógicas
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 2-Set-2015
Referência: SIMIONE, Renata Moraes. Intervenção psicopedagógica e dificuldade de aprendizagem escolar: estudo de caso com um adolescente. 2015. 20 f. Monografia (Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Nosso trabalho assume a prática psicopedagógica enquanto processo de investigação que fundamenta a própria a intervenção, considerando-se o sujeito humano em desenvolvimento. Deste modo, a reflexão perpassa as dimensões do desenvolvimento humano, estabelecendo estreita relação entre o processo de escolarização e o desenvolvimento psicológico que pode ser engendrado pela escolarização. O presente trabalho objetiva descrever uma atividade prática de intervenção psicopedagógica, realizada com um estudante, apontado pela escola como apresentando dificuldade na aprendizagem escolar e baixo rendimento acadêmico. O processo adotado nas sessões de intervenção psicopedagógica foi fundamentado na “mediação da reconstrução individual dos instrumentos culturais da aprendizagem e do pensamento, por meio da reestruturação das experiências pessoais” (Fávero, 2011, p.52). Cujo propósito foi promover o desenvolvimento de competências, a partir da mediação, especificamente da leitura e escrita, e com isso promover a tomada de consciência do sujeito em relação ao seu próprio processo de aprendizagem, bem como os progressos relacionados a aquisição dessas competências. Os resultados permitiram concluir, a evidência de aspectos psicológicos relacionados a formação de novos conceitos, a tomada de consciência e a interação social motivadora na melhora da autoestima, ou seja, foi possível observar alteração comportamental por parte do sujeito ao perceber seu progresso na aprendizagem.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, 2015.
Aparece na Coleção:Psicopedagogia Clínica e Institucional

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_RenataMoraesSimione.pdf184.15 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons