Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/11041
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_DeboraSamantaHenriquesRoquete.pdf876,75 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Identidade docente : as experiências do início da docência e sua influência no processo identitário
Autor(es): Roquete, Débora Samanta Henriques
Orientador(es): Pimentel, Nara Maria
Assunto: Professor iniciante
Professores - identidade
Data de apresentação: 10-Dez-2014
Data de publicação: 28-Ago-2015
Referência: PIMENTEL, Nara Maria. Identidade docente: as experiências do início da docência e sua influência no processo identitário. 2014. 102 f., il. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: O presente trabalho versa sobre a construção da identidade docente a partir das experiências do período inicial da docência. A pesquisa foi realizada em uma escola da rede pública do Distrito Federal, localizada especificamente na cidade de Planaltina. O objetivo central deste trabalho é investigar as experiências do período inicial da docência e sua influência na construção da identidade docente na perspectiva de professores atuantes dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental de uma escola pública localizada no Distrito Federal. Para tanto, buscou-se resgatar teoricamente os elementos que permeiam a temática, utilizando autores como: Dermeval Saviani, Maurice Tardif, Iria Brzezinski, Jorge Larrosa, Emilia Lima de Freitas, entre outros. A pesquisa refere-se a abordagem qualitativa, constituindo-se como pesquisa de campo de cunho exploratório. A fim de obter os dados, foram realizadas entrevistas com dez (10) docentes da referida escola, além de questionários com o intuito de traçar o perfil dos participantes. Os relatos obtidos por meio das entrevistas foram dispostos em cinco (5) categorias interligadas que propiciaram a reflexão acerca do caráter diverso e complexo do processo identitário. Através das falas dos entrevistados pode-se constatar que as experiências do início de carreira marcam a identidade dos professores, pois refere-se a primeira experiência frente à profissão, que possibilita aos docentes uma constante reflexão/construção/reconstrução/transformação de sua prática, formação e identidade docente. Considerando a construção da identidade docente como processo complexo e singular infere-se que esta não é um dado estático, não é definitiva e nem tampouco controlável. Mas um processo dinâmico, construído através dos movimentos individuais, sociais, profissionais e culturais no contexto em que o docente encontra-se inserido. ________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work aimed to study the construction of teacher identity from the experiences of the early period of teaching. The research was conducted in a public school in the Federal District, located specifically in the city of Planaltina. The main objective of this work is to investigate the experiences of the early period of teaching and its influence on the construction of teacher identity in view of active teachers of First Grades of Primary School in a public school located in the Federal District. Therefore, theoretically it also pursued the elements that permeate this theme, using authors as: Dermeval Saviani, Maurice Tardif, Iria Brzezinski, Jorge Larrosa, Emilia Lima de Freitas, among others. The research refers to qualitative approach, establishing itself as exploratory field research. Ten (10) interviews were conducted in the mentioned school and some questionnaires to outline the profile of the participants. The reports obtained through the interviews were arranged in five (5) categories intertwined that led to the reflection on the diverse and complex character of the identity process. Through the interviewees' statements can be seen that the early career experiences mark the identity of teachers, because the first experience refers forward to the profession, which allows teachers a constant reflection / construction / reconstruction / transformation of their practice, teacher education and identity. Whereas the construction of teacher identity as complex and unique process it appears that this is not a static data is not definitive and nor controllable. But, it is a dynamic process built through the individual, social, professional and cultural movements in the context in which the teacher is inserted.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2014.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons