Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/10894
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_LuanaGalenoDosSantos.pdf550,52 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Consumo frequente de carne vermelha e processada e sua associação com o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis : uma análise a partir da saúde coletiva
Autor(es): Santos, Luana Galeno Dos
Orientador(es): Dominguez, Aldira Guimarães Duarte
Assunto: Doenças cardiovasculares
Doenças crônicas não transmissíveis (DCNT)
Carne
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 17-Ago-2015
Referência: SANTOS, Luana Galeno Dos. Consumo frequente de carne vermelha e processada e sua associação com o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis: uma análise a partir da saúde coletiva. 2015. 55 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Ceilândia, 2015.
Resumo: As Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) são as principais causas de morbimortalidade no mundo, e atualmente são consideradas um sério problema de saúde pública. Dentre as principais DCNT destacam-se as cardiovasculares, câncer e diabetes. Estas doenças caracterizam-se por acompanharem seus portadores por tempo indeterminado podendo se desenvolver a partir de fatores endógenos e exógenos. Estes problemas são associados com uma dieta inadequada, especialmente com o consumo de carne vermelha e processada. Neste sentido, esse estudo tem como objetivo identificar na literatura a associação entre o consumo frequente de carne vermelha e processada e o desenvolvimento de DCNT. Para tanto, realizou-se uma pesquisa exploratória a partir de uma busca bibliográfica nas bases de dados (SciELO, PubMed e LILACS). Após aplicados os critérios de inclusão e exclusão estabelecidos para a busca bibliográfica, restaram ao total onze artigos no idioma inglês que abordavam o objeto de estudo. Os resultados demonstraram que o consumo frequente de carne vermelha e processada pode desencadear diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e cânceres, principalmente o colorretal e de esôfago. Encontrou-se também como resultado que as dietas que contêm grande quantidade de legumes, frutas e hortaliças podem tanto ser um fator de proteção contra essas doenças, quanto um determinante para o controle. Percebe-se que há uma necessidade de que as pessoas reduzam o consumo de carne vermelha e processada na alimentação em prol da sua saúde. Ações pensadas na perspectiva da Saúde Coletiva são de fundamental importância, para diminuir esses tipos de problemas correlacionados com o consumo de carne vermelha e processada.
Abstract: The Chronic Noncommunicable Diseases (NCDs) are the principal causes of morbidity and mortality in the world. Actually these diseases are considered a serious public problem health. The main NCDs are cardiovascular, cancer and diabetes. These diseases follow the victims during an undetermined time, developping their symptom through endogens and exogens factors. These problems are associate with a poor diet and especially with processed meat consumptions . In this way, will be performed studies in order to identify the association between regular consumption of meat red and processed meat and the development of NCDs. Therefore, we carried out an exploratory study from a literature search in databases (SciELO, PubMed e LILACS). After applying inclusion and exclusion criteria established for the literature search, in total remains eleven articles in the english language that addressed the object of study. The results demonstrated that regular consumption of red meat and processed may initiate type 2 diabetes, cardiovascular diseases and cancers, particularly colorectal and esophagus. It was also found as a result that diets that contain lots of vegetables, fruits and vegetables can either be a protective factor against these diseases, as a key to control the problems. Based in these recent data, it is necessary that people seek to reduce the meat consumptions in order to increase their life quality. In this way, collective actions in Coletive Health are very important to decrease these kind of problems correlated with red and processed meat consumptions.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Saúde Coletiva, 2015.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva - Campus UnB Ceilândia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons