Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/10535
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_MaryannedaCostaPereira.pdf662,83 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação de características morfofisiológicas em uma coleção nuclear de arroz para tolerância à seca
Autor(es): Pereira, Maryanne da Costa
Orientador(es): Souza, Nara Oliveira Silva
Assunto: Arroz - melhoramento genético
Plantas - efeito da seca
Data de apresentação: 3-Nov-2014
Data de publicação: 8-Jun-2015
Referência: PEREIRA, Maryanne da Costa. Avaliação de características morfofisiológicas em uma coleção nuclear de arroz para tolerância à seca. 2014. 49 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: A deficiência hídrica é um dos fatores mais limitantes à produtividade do arroz de terras altas. Uma estratégia de minorar tal problema seria o melhoramento genético. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar características morfofisiológicas em genótipos de uma coleção nuclear de arroz de sequeiro, em duas safras, visando a possível utilização destes genótipos em programas de melhoramento para tolerância à seca. Foram avaliados 36 genótipos de arroz pertencentes a coleção nuclear para tolerância à seca da Embrapa Arroz e Feijão. Dois experimentos de campo foram instalados, sendo a primeira safra 2011/2012 e a segunda na safra agrícola de 2012/2013. As características morfofisiológicas avaliadas, nas fases de maturação e pós-colheita foram altura da planta (AP), resistência do colmo ao acamamento (RCA), senescência das folhas (SF), número de panículas (NPA), número de perfilhos (NPE), exerção da panícula (EP), comprimento da panícula (CP), distribuição das ramificações da panícula (DRP), distribuição das ramificações secundárias da panícula (DRS), distribuição da arista ao longo da panícula (DALP), cor da arista (CA), pubescência da lema e da pálea (PLP), coloração da lema e da pálea (CLP), coloração do apículo (CAP) e produtividade média dos grãos (PRO). Foram realizadas análise de variância individual para cada safra e conjunta das duas, sendo as médias analisadas por Scott e Knott. Observou-se que houve diferença significativa entre as safras para todas as características, exceto para DALP, CA, PLP e CAP, considerando fonte de variação entre as safras. Com relação a variação entre genótipos, houve diferença significativa (P≥0,01%) apenas para DALP e CA. Observou-se, diferença significativa na interação genótipo x ambiente para AP, NPA, DRP, PLP, CLP, CA e PRO. Com isso, demonstra-se a importância da avaliação dos genótipos em mais de uma condição, visto que estes comportam-se de forma distinta entre as duas safras.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2014.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons