Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/10189
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_AndressaMagalhaesVieira.pdf12,23 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Desafios e possibilidades para o letramento cartografico na Escola Classe Arniqueiras
Autor(es): Vieira, Andressa Magalhães
Orientador(es): Fernandes, Maria Lídia Bueno
Assunto: Cartografia
Geografia (Ensino fundamental)
Geografia - estudo e ensino
Data de apresentação: Set-2014
Data de publicação: 10-Abr-2015
Referência: VIEIRA, Andressa Magalhães. Desafios e possibilidades para o letramento cartográfico na Escola Classe Arniqueiras. 2014. 92 f., il. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)–Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Este trabalho apresenta reflexões acerca da cartografia escolar, em especial do letramento cartográfico, nos anos iniciais do ensino fundamental. Parte do princípio de que a educação em geografia deva promover o domínio da linguagem cartográfica e a capacidade de utilização de um mapa. Defende retomar o desenho como parte constitutiva do processo de formação de noções cartográficas na criança. Metodologicamente trabalha com grupos focais, com abordagem qualitativa e tem como objetivo analisar como acontece o ensino da geografia se ele se desenvolve no contexto que favorece o letramento cartográfico ou ao seu adestramento.
Abstract: This paper presents reflections on school cartography, especially the cartographic literacy in the early years of elementary school. Assumes that education in geography should promote the field of cartographic language and the ability to use a map. Advocates resume drawing as a constitutive part of the training of cartographic concepts in child process. Methodologically works with focus groups, qualitative approach and aims to analyze how does the teaching of geography if it develops in the context that favors the cartographic or its literacy training.
This paper presents reflections on school cartography, especially the cartographic literacy in the early years of elementary school. Assumes that education in geography should promote the field of cartographic language and the ability to use a map. Advocates resume drawing as a constitutive part of the training of cartographic concepts in child process. Methodologically works with focus groups, qualitative approach and aims to analyze how does the teaching of geography if it develops in the context that favors the cartographic or its literacy training.
Informações adicionais: Monografia (graduação)–Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2014.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons